Registro no CRA-GO representa um ato de consciência profissional

Registro no CRA-GO representa um ato de consciência profissional

     É através do registro do CRA que o bacharel em Administração se habilita legalmente a exercer a profissão de administrador. Como é o caso do Adm. Ricardo Bento, que esteve presente na sede do Conselho para receber a sua Carteira de Identidade Profissional (CIP).  Para o mais novo Profissional registrado é notória a importância do registro de classe de Administração para uma carreira sólida e eficiente em qualquer que seja o ramo a ser desenvolvido.

   "Além de um enorme reconhecimento da Empresa em que trabalho para/com o meu profissionalismo, tenho a oportunidade de exercer minha participação com grande valia em reuniões estratégicas de desenvolvimento e crescimento da Empresa", conta o Adm. Ricardo sobre um dos impactos positivos que o registro traz em sua carreira.

   Na ocasião, o Presidente do Conselho Adm. Samuel Albernaz, destacou que não é só por ser uma obrigação legal, ser registrado é um questão de convicção ética e moral, uma questão de ter orgulho de fazer parte de um grupo de pessoas talentosas comprometidas com o bem estar social, a qualidade de vida das pessoas e de nosso país para o desenvolvimento das organizações, portanto o registro é um direito e um dever profissional.

Quem se registra no CRA-GO?

 

   Somente os bacharéis graduados em cursos regulares de Administração, diplomados no Brasil, em cursos regulares de ensino superior, oficial, oficializado ou reconhecido, cujo currículo seja fixado pelo Conselho Federal de Educação, nos termos da Lei nº. 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Os cursos devem estar devidamente reconhecidos pelo MEC e com o período de validade do reconhecimento vigente. Graduados em Administração em Instituições estrangeiras, deverão ter o diploma devidamente revalidado por um órgão competente.

 

Fechar Menu