Ações de fiscalização garantem proteção à sociedade e à classe

Ações de fiscalização garantem proteção à sociedade e à classe

O Conselho Federal de Administração (CFA), foi criado e é regido pelo Decreto n.º 61.934, de 22 de dezembro de 1967. Com ações regionalizadas efetuadas pelos Conselhos Regionais de Administração, uma de suas principais funções é a de fiscalizar o exercício da profissão, que assume importância ímpar ao atuar diretamente no controle ético e técnico-profissional, dimensionando o seu compromisso social e reafirmando a relação de confiança, segurança e respeito com a classe de administradores e tecnólogos no exercício de suas funções.

Proteger e zelar pelos interesses da sociedade e assegurar o exercício profissional de pessoas qualificadas e habilitadas para prestar serviços de qualidade. É esse o principal objetivo que o Conselho Regional de Administração de Goiás (CRA-GO) cumpre ao realizar a fiscalização. “Entre outras finalidades, visa orientar e normatizar o exercício de determinado ofício para a tranquilidade e segurança dos beneficiários dos serviços”, afirma o vice-presidente do CRA-GO, Adm. Wandré Ramos Garcia.

“Claro que compete ainda ao CRAGO regular a profissão de Administração, orientar os profissionais no exercício do seu ofício, zelar pela ética e excelência nos serviços prestados, e conceder o registro ao profissional e fiscalizá-lo em suas atividades”, acrescenta.

Segundo Wandré, a fiscalização das atividades profissionais são de extrema importância para o desenvolvimento sustentável de nosso País na medida em que assegura o adequado acompanhamento do exercício de atribuições previstas em lei, privativas da categorias.

Fechar Menu